3 diferenças entre otimistas e pessimistas (e porque isso importa no aprendizado)

Otimistas:

  • [Mentalidade] temporária: experiências negativas não irão durar pra sempre. Ex.: “Eu não entendo isso ainda…”
  • [Mentalidade] específica: adversidade se refere a algo específico. Ex.: “Estou tendo dificuldade com esse problema”.
  • [Mentalidade que] externaliza: reconhece fatores além do eu. Ex.: “essa questão foi complicada”.

Pessimistas:

  • [Mentalidade] permanente: experiências negativas irão durar indefinidamente. Ex.: “Eu nunca entenderei isso…”
  • [Mentalidade] universal: adversidade se refere a algo amplo. Ex.: “Sou péssimo em matemática”.
  • [Mentalidade que] internaliza: tende fortemente a se culpar. Ex.: “Não sou inteligente o suficiente para resolver isso”.

Faz sentido?

Uma das bases da mentalidade do aprendiz autodirigido é cultivar o otimismo aprendido.

O otimismo, nesse caso, é tão importante quanto a autodireção. E é algo treinável.

Imagina tentar decidir os próprios rumos com as três mentalidades pessimistas que traduzi acima?

Você nem sai do lugar, né?

Obs.: aprendi com o Blake Boles em um de seus últimos posts.

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com