A Guerra na Construção de Sentido (The War on Sensemaking) e a Regra Ômega

Baseado no texto abaixo:

“The War on Sensemaking” (A Guerra na Construção de Sentido, em tradução livre) é uma série documental que explora o abismo informacional que estamos vivendo, além de apontar algumas saídas filosóficas e práticas para a nossa civilização.

Eu já tinha recomendado o texto abaixo, um resumo do primeiro episódio da série, na minha newsletter semanal, fruto de uma indicação da maravilhosa Marcelle Xavier.

Mas só agora parei pra fazer uma releitura mais aprofundada do material, anotando e “digerindo” os principais conceitos.

Recomendo MUITO que você leia o link acima — está em inglês, mas, como sempre digo aqui, use o Google Tradutor caso precise.

Ainda quero assistir todos os episódios da série e acompanhar o trabalho do Daniel Schmachtenberger mais de perto (um fato curioso é que, em seu site, ele diz que sua formação educacional foi, em sua maior parte, baseada em experiências fora das instituições formais de ensino).

Dentre os vários conceitos apresentados no texto e que me deram vontade de escrever sobre, escolho um: a Regra Ômega.

A Regra Ômega diz que toda mensagem tem um “q” de verdade, ainda que envolta em muito “barulho”. Mesmo em um discurso político que desprezamos, é possível separar o 5% de verdade no meio dos 95% de barulho.

Faz sentido? O que você pensa sobre?

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com