A prisão da insegurança

A insegurança, dor de quando não se tem estribeiras. Difícil não colocar o peso da minha falta de sustentação no outro. O outro parece que pode aguentar, eu muitas vezes acredito que não. Desafio: achar algo mais humano.

Se eu elogio, é porque meu lado trabalhado pensa que não devemos guardar apreciações só para nós. Devemos compartilhá-las sempre que possível, isso é um bem gratuito e universal. Devemos dar o que queremos receber. Mas em algum lugar profundo e egoico, em algum lugar não cicatrizado, e não creio que irá cicatrizar, em algum ponto no corpo surrado da minha criança, eu ainda espero um elogio de volta. Um elogio que me ajude a acreditar na minha beleza, na minha adequação, na minha capacidade de ser engraçado e interessante como pessoa e como homem.

É engraçado essa coisa de ser engraçado. Quanto mais a gente força, menos o outro nos vê. Quanto mais a gente tenta, menos a gente consegue. É impossível estocar a graça, planejar o Ser Engraçado. É na soltura que ele cresce e se mostra. Só uma segurança fluida ou um fogo ardido é capaz de uma audácia desse tamanho. Já reparou como o Ser Engraçado só aparece em você em certos lugares e com certas pessoas? É porque o fogo ardido é qualidade interna tanto quanto é qualidade do ambiente.

Mas eu sei, sim, que quase tudo está dentro de mim. É um pouco duro quando aceitamos que a realidade só pode ser acessada via percepção. A insegurança me habita, frequentemente encontro com ela pelos corredores. Não é falta de saber, até porque inteligente sempre foi um elogio farto. E os mitos e as histórias já me ensinaram que todo ser humano tem sua ferida, seu calcanhar de Aquiles, seu dente a menos que é capaz de sentir com a língua. O gatilho assume diversas formas, para uns é ser chamado de gordo, para outros de fraco ou chato. Ou então emocionalmente instável ou chorão. Toda pessoa foi, ou pior, ainda está sendo cruelmente marcada pela rejeição. É inescapável.

E isso, se não é o fim do mundo, pode ser um começo. Qual vai ser minha cara quando eu der de cara com a insegurança no corredor?

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com