Aprender é construir a partir do que você já tem

“Aprender tem muito a ver com ir construindo, pouco a pouco, a partir dos padrões únicos já existentes em você” (Marcus Buckingham e Ashley Goodall)

No que você acredita mais:

A) Que aprender tem a ver com diagnosticar suas falhas e tentar melhorá-las a partir de métodos padronizados e feedbacks de outras pessoas; OU

B) Que aprender tem a ver com descobrir suas paixões, pontos fortes e seus jeitos únicos de fazer as coisas para, então, criar sua própria forma de ser excelente?

Neurologicamente, é muito mais B do que A.

“Outra de nossas teorias coletivas é que o feedback contém informações úteis e que essas informações são o ingrediente mágico que vai acelerar o aprendizado de alguém. Novamente, as pesquisas apontam na direção oposta. Aprender é menos sobre adicionar algo que não está lá e mais sobre reconhecer, reforçar e refinar o que já existe.” (Marcus Buckingham e Ashley Goodall — The Feedback Fallacy)

Nosso cérebro se desenvolve mais em áreas de maior habilidade. “Preencher os gaps” não costuma funcionar.

A despeito disso, nossos sistemas educacionais — sobretudo nas organizações — são totalmente estruturados a partir da premissa A.

O que você pode fazer para ajudar as pessoas a serem excelentes a partir de seus estilos únicos?

Aqui vai o link da referência.

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com