Como apreciar sem comparar

“Você é a pessoa mais original do nosso time”

“Ela é a mulher mais amorosa com quem já me relacionei”

“Eles são muito melhores em dançar do que eu”

Já reparou como somos viciados em apreciar utilizando comparações?

E se não fosse preciso comparar para apreciar?

“Você é uma pessoa extremamente original”

“Ela é alguém que me preenche de amor todos os dias”

“Admiro muito a habilidade deles em dançar”

Talentos e habilidades não podem ser medidos com régua pois são fruto da singularidade humana.

Toda vez que comparamos, estamos, ainda que inconscientemente, presos a uma lógica de competição.

Comece a perceber como você aprecia e avalia as pessoas e, se quiser, faça o teste. Fique alguns dias sem comparar.

Depois me conta como foi :)

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com