Como escolher o que aprender e ter um foco claro?

Me fazem muito essa pergunta. É tanta coisa fascinante para descobrir sobre o mundo, o outro e a gente mesmo que é natural se perder. A gente se perde e fica paralisado, sem decidir nem por X, nem por Y, nem por Z.

O ponto é que pra mim é menos sobre escolher e mais sobre integrar.

É o que eu tenho feito há vários anos desde que escolhi o “guarda-chuva” da aprendizagem autodirigida, antes ainda de saber que esse termo existia.

Esse é o lugar para onde estou olhando, minha área de atenção, minha intenção, ou melhor, o ar que eu respiro ou o território onde piso.

Em vez de afunilar, recortar, selecionar para chegar a um tema muito específico — como se faz geralmente na academia — , você faz o contrário: amplia e elege um território para pisar, um horizonte para ver.

A partir daí, você vai integrando, conectando, plugando seus interesses e novas investigações nesse guarda-chuva.

É exatamente o que faço.

Estou no meu quarto livro sobre hábitos. É um tema que me pegou de jeito nos últimos meses. O que eu fiz? Comecei a imaginar hábitos de aprendizagem.

Estou pesquisando sobre a química da felicidade — o papel de substâncias como a serotonina, dopamina, endorfina e ocitocina em nosso bem-estar. Adivinha? Meu corpo já quer levar essas quatro para viajar pelo meu território preferido.

Se isso é o jeito certo ou errado de aprender, eu não sei. Mas isso não me preocupa porque eu não acredito em certo e errado.

“A eficácia é a medida da verdade”, já diziam os havaianos.

Um agradecimento à Marcelle e à Ariadne, participante do Desafio 30 Dias de Hábitos de Aprendizagem, pelos insights que me levaram a escrever este texto.

Se quiser saber mais sobre como você pode descobrir seu guarda-chuva, veja o texto abaixo.

Baixe um material gratuito que vai te ajudar a aprender a aprender

Preparei um conteúdo com as principais pérolas da minha jornada de aprendizagem autodirigida.

É a essência mesmo. Aquilo que eu recomendaria de olhos fechados pra qualquer um que queira aprender a aprender.

E o mais legal é que eu organizei esse conteúdo no formato CEP+R (Conteúdos, Experiências, Pessoas e Redes).

CEP+R é um método que eu e Conrado Schlochauer criamos juntos. Usamos esse método em programas, workshops, mentorias e com a gente mesmo.

Acesse agora o conteúdo no meu site: www.alexbretas.com. E depois me envia um e-mail no alex@alexbretas.com me contando o que achou!

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com