Alex Bretas

Jan 1

7 min read

Como Remontar o Amor Desconstruindo a Escada Rolante dos Relacionamentos

O futuro das relações passa pela reinvenção das formas de amar e ser amado

  1. Monogamia. A impossibilidade de buscar romance, afeto profundo e sexo fora da relação de casal, mesmo que dentro dessa mesma relação o romance, o afeto e o sexo tenham deixado de existir. O ciúme moderado, no contexto da escada rolante, é muitas vezes considerado uma expressão de amor.
  2. Fusão de vidas. Os parceiros passam a organizar suas vidas em torno da unidade “casal”, mesclando suas casas, finanças, famílias, preferências e outros aspectos com uma intensidade cada vez maior. Tão cedo quanto possível, começam a se apresentar socialmente como um “nós” em vez de “eu”, mesmo quando o parceiro não está presente. Com frequência, a fusão progressiva começa a gerar nas pessoas um quadro de codependência emocional.
  3. Hierarquia. O relacionamento da escada rolante supera em importância e prioridade quase todos os outros, exceto as relações familiares mais próximas e o cuidado com os filhos. As amizades, em especial, são os relacionamentos que mais sofrem com essa hierarquização, sendo relegadas a um segundo plano ou, em certos casos, totalmente esquecidas.
  4. Conexão romântica e sexual. Se os parceiros não se sentirem apaixonados um pelo outro e não seguirem tendo relações sexuais, então existe algo que precisa ser “consertado” no relacionamento. Pessoas assexuais são alvo de preconceito dentro da escada rolante por não buscarem sexo em suas relações amorosas.
  5. Continuidade e consistência, pelo menos como objetivo. Relacionamentos na escada rolante não devem regredir para estágios “de menor comprometimento” — isto é, com vidas menos emaranhadas — nem ficarem pausados por muito tempo (afinal, é uma escada rolante). Os papéis de cada um também são fixos, de modo que é inaceitável que os parceiros vivam um período como amigos em vez de amantes, por exemplo. Além disso, a escada rolante segue “até que a morte os separe”: relacionamentos que terminam antes disso, embora cada vez mais comuns, são percebidos como fracassos.

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.