Em time que está ganhando se mexe?

Alex Bretas
2 min readMay 16

--

Se analisarmos a expressão “em time que está ganhando não se mexe”, é possível inferir que se deve “mexer” apenas quando se está perdendo.

Isso é um vício — se prontificar a fazer algo somente quando notamos um problema.

A cultura do feedback, inclusive, encontra seus alicerces aí.

“Tenho um feedback pra te dar…”

O frio na espinha que muites de nós sentimos ao ouvir essa frase saindo da boca de alguém é prova disso.

O ponto é aprender como podemos adicionar “mais uma gotinha do que está dando certo”.

Construir o futuro com aquilo de mais potente e bonito que já vivenciamos no passado.

“Em time que está ganhando se mexe” não apenas porque as situações mudam, mas sobretudo porque é quando estamos ganhando que a nossa mente e o nosso coração estão mais abertos para aprender e criar.

É o contrário do estado de “luta ou fuga” que permite que a percepção se amplie.

Sejamos como a água dos rios, que recriam seus rumos a cada instante a partir do que está dando certo e se desviam gentilmente dos obstáculos no caminho.

Obs. 1: é claro que não estou sugerindo que sempre ignoremos nossos problemas. Com frequência é preciso encará-los de frente. Contudo, mesmo diante de um problema é possível procurar pelos pontos luminosos e amplificá-los.

Obs. 2: a frase “mais uma gotinha do que está dando certo” eu aprendi com a Letícia Schuli.

Baixe meus 10 livros gratuitos, assista na íntegra o documentário AUTODIREÇÃO — A Revolução no Aprendizado e saiba mais sobre as minhas palestras e trabalhos em www.alexbretas.com.

--

--

Alex Bretas

Alex Bretas é escritor, palestrante e fundador do Mol, a maior comunidade de aprendizagem autodirigida do Brasil. Saiba mais em www.alexbretas.com.