Entrevistas: uma das melhores formas de usar o P do CEP+R

Você não precisa ser jornalista, pesquisador ou produtor de conteúdo para fazer…

ENTREVISTAS.

Entrevista = se colocar intencionalmente em uma posição de escuta e acolhimento das perspectivas do outro (vocês não precisam concordar, apenas dialogar).

Entrevista = uma das melhores desculpas para acessar pessoas que você admira e se conectar profundamente com elas.

Entrevista = um baita treino de como fazer boas perguntas e como fincar os pés no presente.

Entrevista = uma forma de curadoria viva (é só perguntar “como você aprendeu isso?” ou “quais coisas você me indica sobre X?”)

Entrevista = com um pouquinho de cara de pau e sem gastar nada, você acessa um manancial de oportunidades de aprendizado.

Pense em 1 pessoa com quem você deseja aprender e peça 30 minutos do tempo dela. 15, se tiver apertado. Prepare de 3 a 5 perguntas. Marque na agenda e… divirta-se.

Se quiser mais dicas, tem este texto que escrevi no ano passado.

Obs.: AMANHÃ, quinta-feira às 19h, estarei em uma live com a Maria Augusta Orofino para conversar sobre Aprendizagem como Cura. Não precisa se inscrever, é só entrar neste link. Vem me ver?

Publicado originalmente em www.alexbretas.com.

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com