Ferramenta: Caleidoscópio de Conversas

Ontem, no encontro semanal do MoL Academy, minha intenção era ajudar a comunidade a processar as emoções e os aprendizados decorrentes do Festival Raiz.

O Festival foi concebido e organizado em tempo recorde (20 dias). Ao lado de muita colaboração, mão na massa e aprendizagem na prática, conviveram frustrações, irritações e desafios, como geralmente acontece em qualquer ação coletiva.

Como uma forma de ajudar a “digerir” tudo isso em grupo, criei, a partir de inspirações como o Open Space, Warm Data e outras abordagens utilizadas pela Marcelle Xavier no Instituto Amuta, um método que batizei de Caleidoscópio de Conversas.

Funciona assim:

  • Crie perguntas não óbvias que cuidem de diferentes aspectos da experiência vivida (em vez de “Como vocês se sentiram com o processo?” prefira “Qual é o espaço do conflito na nossa comunidade?”, por exemplo)
  • No Zoom, crie salas simultâneas permitindo que os participantes escolham em quais salas querem entrar (mais sobre isso neste post que escrevi: https://lnkd.in/deMeDCZ). Cada sala corresponderá a uma pergunta diferente (no nosso caso, como é um grupo grande, tínhamos 11 perguntas no total)
  • Separe 1 hora para essa atividade
  • Depois disso, faça um pequeno intervalo e, em seguida, crie um espaço de compartilhamento com o grupo todo. Cuidado: a intenção aqui não é chegar a conclusões ou sínteses, e sim criar um momento para o grupo se escutar sem julgamentos.

Foi muito importante para a comunidade do MoL Academy ter tido esse momento de processamento.

Talvez o Caleidoscópio de Conversas seja útil aí também. Testa e depois me conta :)

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com