Fracasso e sucesso são opostos?

Hoje começo uma nova série de posts fruto de uma parceria com a Liz Fosslien, artista e coautora do best-seller “No Hard Feelings: The Secret Power of Embracing Emotions at Work”.

Tudo começou quando eu vi um repost da Marcia Platilha de um dos desenhos da Liz no Instagram. Bati o olho e logo percebi que aquilo não era um trabalho comum.

A Liz, além de ser uma artista visual incrível, tem o poder de sintetizar grandes sabedorias em pílulas de conteúdo. Estou realmente encantado com o trabalho dela. Por isso, faça um favor a si mesmo e siga o IG @lizandmollie, que é onde ela publica seus novos trabalhos.

Usando toda minha cara de pau, perguntei à Liz se eu poderia traduzir os posts dela e compartilhá-los em português. E ela, com todo amor do mundo, me autorizou sem pensar duas vezes.

O primeiro post da série fala sobre a suposta dualidade entre sucesso e fracasso. Eu sempre pensei que na verdade eles não são opostos, mas o jeito que ela traduziu isso na imagem acima leva essa reflexão para um outro patamar.

Ao longo dos próximos dias, vou compartilhar outros desenhos dela por aqui.

E você, quando foi que o fracasso foi parte constituinte do sucesso na sua vida?

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com