Inscrições abertas para a Semana A2, uma jornada gratuita de 7 dias sobre aprender a aprender

Inscreva-se agora mesmo na Semana A2 em www.alexbretas.com.

Certamente você já conhece essa ideia de que, hoje, precisamos continuar aprendendo a vida toda.

Não dá pra sair da escola, da faculdade, da pós-graduação e até mesmo do doutorado e achar que o aprendizado acabou ali. Pelo contrário: ele está só começando.

Na área da educação, o nome disso é lifelong learning — ou aprendizagem ao longo da vida. Um conceito que a ONU criou na década de 70 e que continua sendo repetido até hoje.

Talvez você já tenha ouvido também que, se você não for capaz de aprender durante a vida inteira, você ficará desatualizado. As máquinas irão roubar o seu emprego. As mudanças exponenciais farão picadinho de você…

Eu ouço muito esse discurso. A mensagem central, baseada no medo, é: “ou você começa a praticar o lifelong learning para se manter atualizado, ou você ficará pra trás”.

De certo modo, é verdade. As transformações estão cada vez mais aceleradas mesmo, disso ninguém duvida.

Mas isso é só uma parte da história.

Quem aprende ao longo de toda a vida pode até conseguir se manter atualizado sobre o futuro. Mas ainda não conseguirá criá-lo.

“O futuro não é um lugar para onde estamos indo, mas sim um lugar que estamos criando” (Antoine de Saint-Exupery)

Eu gosto muito dessa frase do Antoine de Saint-Exupery. Costumo utilizá-la nas minhas palestras para falar da importância de um outro olhar para o aprendizado que, na minha visão, é ainda mais fundamental que o lifelong learning.

Esse outro olhar é a aprendizagem autodirigida.

O ponto é que qualquer um pode aprender a vida inteira no sentido de fazer muitos cursos e treinamentos. Ser ensinado uma série de coisas. Reproduzir o que já existe. Manter-se atualizado.

Isso é o que já esperam que você faça.

Mas poucos são aqueles que ousam encarar o futuro como “um lugar que estamos criando”. E, para criar o futuro, você tem que ir além dos conhecimentos já existentes.

Você precisa criar o seu próprio jeito de aprender. Inconfundível. Dentro daquilo que faz o seu coração vibrar.

Pense por um momento em pessoas na história da humanidade que criaram coisas novas e importantes. Albert Einstein, Frida Kahlo, Marie Curie… Ou então em alguém que você admira por ser muito criativo e realizador.

É muito provável que essas pessoas que você admira sejam aprendizes autodirigidas, talvez até sem se darem conta disso. Einstein, Frida e Marie Curie certamente eram, basta dar uma olhada em suas biografias.

O problema é que o conhecimento sobre como se tornar um aprendiz autodirigido ficou soterrado por séculos de uma educação tradicional e conservadora.

O que é paradoxal, porque todo ser humano já nasce com essa possibilidade dentro de si. E vai perdendo isso ao longo do tempo, na medida em que acumula o que eu chamo de crenças escolarizantes:

Não sou capaz de aprender sem um professor ou um mestre.

Existem pessoas que são “gênios”, pessoas com uma inteligência “normal” e pessoas “abaixo da média”.

Só existe um tipo de inteligência, medida pelo QI e pelas notas nas provas.

Nunca vou conseguir aprender ____________.

Burro velho não aprende truque novo.

É melhor nunca ter suas perguntas respondidas do que arriscar trazê-las a público.

Os assuntos que me interessam e as experiências que me afetam não são importantes. O que importa é o que está no currículo obrigatório.

As crenças escolarizantes acima são somente a ponta do iceberg. Infelizmente, ainda somos colonizados por várias outras. E, para deixar de acreditar nelas, dá um trabalhão.

É por tudo isso que hoje eu estou abrindo inscrições para a Semana A2, uma jornada gratuita de 7 dias sobre aprender a aprender (de maneira autodirigida).

Nesse percurso, eu vou abordar algumas das principais visões e métodos de aprendizagem autodirigida que desenvolvi ao longo de 8 anos de pesquisa.

Além de pesquisar, eu vivi a autodireção na pele. Escrevi vários livros ao longo desses anos que resultaram de um percurso independente de investigação.

Na Semana A2, eu organizei e filtrei todo esse conhecimento para chegar no essencial. Ao viver essa jornada, você irá se descobrir como aprendiz autodirigido por meio de diferentes conteúdos, ferramentas e experiências.

Como vai funcionar

A Semana A2 será composta por 2 eventos ao vivo e uma série de conteúdos inéditos e exclusivos, tudo acontecendo ao longo de 7 dias.

Anota aí na agenda pra não esquecer: a Semana acontecerá de 26 de outubro (terça) a 2 de novembro (terça).

Programação:

  • 26 de outubro (terça), de 19h30 às 21h: Evento de lançamento do meu novo livro Crenças Escolarizantes: a educação heterodirigida e tradicional que ainda vive em você. Todos que se inscreverem na Semana A2 receberão uma cópia em PDF do livro.

(Lembra das crenças que eu mencionei acima? Esse livro será disponibilizado de maneira gratuita durante a Semana A2 e vai CHACOALHAR suas concepções de educação. São 96 crenças limitantes educacionais em um livro-denúncia ilustrado)

  • 27 de outubro (quarta): Conteúdo da aula Gênios anônimos e famosos: conhecendo as histórias de aprendizes autodirigidos. Nesta aula, você vai entender como o traço comum da aprendizagem autodirigida se manifesta na vida de pessoas extraordinárias. E como você pode se inspirar a partir dos exemplos delas.
  • 29 de outubro (sexta): Conversa em vídeo sobre o CEP+R (Conteúdos, Experiências, Pessoas e Redes) com o Conrado Schlochauer + Infográfico CEP+R. O CEP+R é um método que eu criei junto com o Conrado que sintetiza os principais caminhos pelos quais você pode aprender qualquer coisa.
  • 1º de novembro (segunda), de 19h30 às 21h: Encontro ao vivo O que é e o que não é aprendizagem autodirigida + 6 armadilhas comuns. Participando apenas desta live, você já vai conseguir começar a sua trajetória como aprendiz autodirigido evitando erros que muitos cometem.
  • 2 de novembro (terça): Infográfico sobre o tema Registro, organização e sensemaking: como sistematizar e extrair sentido do que você aprende. É uma das principais dúvidas de muita gente ao aprender. Neste infográfico, eu organizei e resumi em passos simples como você pode implantar uma rotina para “digerir” todo o conhecimento construído na sua jornada autodirigida.

Inscreva-se agora mesmo na Semana A2 em www.alexbretas.com.

Lembrando: é 100% gratuito. E não se esqueça: começamos no dia 26 de outubro!

Obs. 1: eu agradeço MUITO pelas quase 200 perguntas que eu recebi na semana passada de vocês e que estão me ajudando a perceber o que é realmente importante ao aprender a aprender. Muito obrigado!

Obs. 2: além de toda a programação que descrevi acima, eu pretendo responder pelo menos 1 pergunta que vocês me enviaram por dia ao longo dos 7 dias da Semana A2.

Obs. 3: esta é a chance para conseguirmos chegar em pessoas que talvez nunca tenham ouvido falar em aprendizagem autodirigida. Por isso, te peço para compartilhar o link www.alexbretas.com nos seus grupos de trabalho e também com seus amigos e familiares, para que mais gente consiga se inscrever gratuitamente na Semana A2.

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com