“O contrário da vida não é a morte, o contrário da vida é o desencanto”

O mundo precisa desesperadamente de pessoas encantadas.

O ser que se encanta é aquele que tem a coragem de criar relações de frescor, permeabilidade, conexão, aventura, alguém que se delicia com o contágio, com a curiosidade, com o espanto.

Com Luiz Antonio Simas e Luiz Rufino aprendi que a colonização gera “sobras viventes”. Alguns se tornam sobreviventes. Outros menos são capazes de se transformar em “supraviventes”, ou seja,

aqueles capazes de driblar a condição de exclusão, deixar de ser apenas reativos ao outro e ir além, afirmando a vida como uma política de construção de conexões entre ser e mundo, humano e natureza, corporeidade e espiritualidade, ancestralidade e futuro, temporalidade e permanência.

O supravivente é a pessoa encantada. É o ser que usa vida para gerar mais vida.

Não se engane: aprender é um ato de reencantar-se com o mundo.

Obs. 1: minha gratidão à Fátima Rodrigues e à Isadora Martins pelas descobertas que me fizeram “parir” este texto.

Obs. 2: a frase do título é de autoria de Luiz Antonio Simas e Luiz Rufino.

Saiba mais sobre mim em www.alexbretas.com.

--

--

--

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Alex Bretas

Alex Bretas

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com

More from Medium

What Causes Chronic Bronchitis & 4 Natural Remedies That Can Help You Breathe Easier

Stretch Run to Opening Day…

Crucial Differences Between God and Jesus Christ

The Great Chicago Oyster Happy Hour Journey

Chicago Oyster Happy Hour Specials