O grande erro de quem aprende inglês, e também qualquer outra coisa

Eu sempre fico meio irritado quando vejo vídeos de propaganda de cursos de inglês corrigindo pronúncia.

Isso nem de longe é o mais importante para quem está aprendendo inglês ou qualquer outro idioma.

O mais importante é imergir no universo da língua e SE COMUNICAR, pois é para isso que um idioma é feito.

Ficar corrigindo pronúncia no início de um percurso de aprendizado de línguas é como tentar podar uma planta que nem desenvolveu os primeiros galhos direito.

Mesmo depois, quando a pessoa já está mais avançada, a correção externa não solicitada tende a ser mais prejudicial do que benéfica.

Qualquer pessoa que já viveu uma situação real de conversação em outro idioma — ou até mesmo na sua língua nativa — sabe que ficar sendo corrigido na sua forma de falar não é nada agradável.

Se o outro não entendeu, ele pode simplesmente expressar isso, e a comunicação facilmente encontra outros cursos d’água para fluir.

E, se você pronunciou “errado”, mas o outro entendeu, será que é mesmo um erro?

Seja no inglês, em outro idioma ou em qualquer coisa que você esteja aprendendo, pare de ficar paranoico com artificialidades e foque no essencial.

Tenha coragem de se entregar às “imperfeições”. É daí que nasce a verdadeira fluência.

Obs.: semana que vem começa a Missão Amuta, uma jornada online e gratuita do Instituto Amuta para quem quer dar o primeiro passo na transformação de suas comunidades e relações. As inscrições estão abertas e eu recomendo muitíssimo que você participe! Veja todas as infos e se inscreva aqui.

--

--

--

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Alex Bretas

Alex Bretas

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com

More from Medium

Sympathy for the Stars

Absolute Perfection

Rules for Civil Discussion in the Classroom

A Short History of Malaria in Greece