O que aprendi em 2020 e 2021 para projetar o MoL Academy 2022

O trabalho de um Arquiteto de Aprendizagem Autodirigida envolve uma disponibilidade interna (e uma sensibilidade externa) para reprojetar continuamente os contextos que irão favorecer o aprendizado livre e em comunidade.

É um fazer vivo, bastante permeável, sempre experimental.

Como vi a Adriana Costa dizendo em seu texto recém-publicado sobre os seus doutorados livres:

Minha certeza não está em sentir que “eu sei como as coisas realmente são”. Minha certeza está em sentir o chão que me permite mover na incerteza” (Craig Holdrege)

(A Adriana será uma das convidadas especiais do MoL Academy 2022. Mal posso esperar para escutá-la…)

É por isso que, do ano passado pra cá, eu decidi implementar algumas mudanças no desenho do MoL Academy — que também funciona, na prática, como uma comunidade de aprendizagem autodirigida.

Neste texto, eu quero te contar quais foram as principais mudanças e porque eu resolvi realizá-las. Assim, espero contribuir para que você tenha uma visão “de dentro” do ofício de um Arquiteto de Aprendizagem Autodirigida.

O programa ficou mais curto (de 7 meses para 4 meses e meio — ou 18 semanas)

Embora eu entenda que um programa de formação como o MoL Academy precise de um tempo mínimo para acontecer — eu realmente não acredito em formações de coaching de um final de semana, por exemplo -, no ano passado a sensação foi de que o percurso foi um pouco longo demais.

Nos últimos meses do MoL Academy em 2021, as pessoas estavam menos participativas e menos assíduas nos encontros. Além disso, nós vivemos duas arquiteturas de jornadas individuais em comunidade em vez de uma, algo que hoje eu vejo como desnecessário no contexto do programa.

A2 como pilar central de conteúdos

Ano passado, eu me lembro de ouvir alguns relatos do tipo “eu nem entendi muito bem ainda como faço para ser um aprendiz autodirigido, quanto mais como me tornar um Arquiteto de Aprendizagem Autodirigida”.

O trabalho do Arquiteto envolve conhecimentos e habilidades bastante diversificadas, e eu percebi que é importante dar um passo de cada vez. Por isso, em 2022 teremos uma primeira fase focada em grande parte no pilar do aprendizado autodirigido, de modo que os aprendizes fortaleçam esse lado antes de partir para as suas explorações como Arquitetos.

Para tanto, utilizaremos os conteúdos do A2: Aprendendo a Aprender, o curso online sobre aprendizagem autodirigida que eu lancei no final de 2021. Todas as pessoas que se inscreverem nesta turma do MoL Academy terão 1 ano de assinatura do A2 gratuitamente.

Encontros semanais um pouco mais longos, concentrando atividades que antes aconteciam fora deles

Em 2020 e 2021, além dos encontros semanais às segundas à noite, nós também tínhamos reuniões ocorrendo em outros momentos — as talks com convidados às quartas, por exemplo.

Isso acabava fazendo com que o quórum dos momentos fora dos encontros semanais fosse esvaziado, mesmo esses outros momentos sendo incrivelmente poderosos.

Desta vez, fez sentido pra mim concentrar mais atividades (talks com convidados, pedidos e ofertas etc) dentro do encontro semanal, tornando-o um pouco mais longo, mas aproveitando o fato de que as pessoas geralmente já se programam desde o início para estar neles.

Imersão online de 1 dia

Eu queria muito propor uma imersão presencial, mas sinto que ainda não é o momento ideal por conta da pandemia. Em breve, será.

Dessa forma, fez sentido este ano criar uma imersão online de 1 dia voltada para a intensificação da conexão entre as pessoas e algumas experiências-surpresa.

Artefatos geradores de conexão genuína entre as pessoas e a criação de momentos memoráveis — daquele tipo que fica marcado eternamente em nossos corações — são duas estratégias essenciais no kit de ferramentas do Arquiteto. Com a imersão, poderemos vivenciá-las na prática.

Este ano, a última fase será um convite para quem deseja se jogar na prática como Arquiteto

O ofício do Arquiteto de Aprendizagem Autodirigida é eminentemente prático, ou seja, está naquele rol de coisas que a gente só aprende mesmo fazendo.

Por esse motivo, eu resolvi criar uma última fase do programa totalmente opcional (como tudo no MoL) voltada para os Arquitetos que quiserem abraçar uma oportunidade estruturada de prática no mundo real.

De agosto até dezembro de 2022, os participantes que aceitarem esse convite deverão criar projetos aplicando as arquiteturas e artefatos de aprendizagem autodirigida em algum contexto prático — pode ser na empresa, escola ou universidade em que trabalham, em algum projeto social ou empreendendo novas iniciativas, por exemplo.

A Badge AAA é um certificado digital que será expedido pela equipe do MoL Academy para quem enviar um relato de suas explorações práticas como Arquiteto. Essa badge poderá ser aproveitada em currículos, LinkedIn, entrevistas de emprego etc.

Tutores agora terão grupos com seus tutorandos, além do apoio individual

Em 2021, a turma do MoL Academy foi subdividida em pequenos grupos com o objetivo de gerar conexões mais potentes entre as pessoas e maior apoio durante os seus percursos de aprendizagem autodirigida. Esses subgrupos eram autogeridos, o que acabou tornando a experiência muito satisfatória para alguns e pouco satisfatória para outros.

Além disso, no ano passado tivemos a figura dos tutores, que desde o início do MoL em 2020 são os responsáveis por acompanhar de perto as jornadas de cada participante do programa.

Este ano, a ideia é que cada tutor da minha equipe crie o seu próprio pequeno grupo com os seus tutorandos, de modo a garantir uma melhor experiência nos grupos menores, ao mesmo tempo em que se conserva o apoio individualizado ofertado pelo tutor.

A volta dos que não foram: retorno ao Whatsapp como plataforma de interação assíncrona

Na turma de 2020, nós utilizamos grupos de Whatsapp como ferramenta de interação assíncrona. Funcionou muito bem no sentido de que os grupos se tornaram extremamente engajados, embora algumas pessoas tenham reclamado do grande fluxo de mensagens.

Em 2021, migramos para o Circle, uma plataforma robusta voltada totalmente para comunidades. Por um lado, o Circle permitiu uma maior organização da comunicação, além de centralizar várias funções em um só lugar. Por outro, a sensação às vezes era de esvaziamento, mesmo com os convites recorrentes para intensificar a interação por lá.

Este ano, tomei a decisão de voltar para o Whatsapp, por se tratar de uma ferramenta já bastante disseminada no dia-a-dia das pessoas e fácil de usar. Não adianta ter a melhor plataforma do mundo se as pessoas não construíram o hábito de utilizá-la frequentemente.

É claro que várias coisas que já davam certo nas turmas anteriores do MoL foram mantidas:

  • O convite para que cada pessoa viva a sua própria jornada de aprendizagem autodirigida na prática
  • O Portal como estratégia/convite de compartilhamento ao final das jornadas
  • Os mantras do MoL como o “se joga que aqui tem rede”, “tudo é convite”, “somente um coração agradecido aprende”, “entrega é entregar-se” e “feito é melhor do que perfeito”
  • Pedidos e Ofertas como uma forma da comunidade nutrir a si mesma continuamente
  • Estudo de casos inspiradores de comunidades de aprendizagem autodirigida ao redor do mundo
  • Talks com convidados

O papel do Arquiteto de Aprendizagem Autodirigida é “mexer os pauzinhos” — ou manipular as condições — para que os ambientes se tornem verdadeiros refúgios de conexão e aprendizado.

Não existe uma fórmula pronta. Quanto mais repertório você agrega, mais possibilidades terá ao arquitetar.

Quer aprender a criar ambientes vibrantes de aprendizagem autodirigida? Então corre porque as inscrições para o MoL Academy 2022 vão só até AMANHÃ às 22h!

Saiba tudo sobre a formação e inscreva-se pelo link abaixo:

https://alexbretas.com/molacademy

Obs.: o desconto de 20% está valendo até o fim do período de inscrições. É só inserir o cupom FOREVER20 na página onde você coloca seus dados.

--

--

--

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Alex Bretas

Alex Bretas

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com

More from Medium

Language and the Compassionate SolePath

The reason why we watch series all the time

Frances Luke Accord, misophonia, and 5 (+2) songs you should l

Mrs. Chamberlain’s art collection from The Gilded Age series