O que eu quero é ser menos produtivo

Atenção, gurus da produtividade: eu quero é ser menos produtivo.

O culto à produtividade está matando as pessoas.

Nem sempre é bom fazer mais com menos. Nem sempre é bom entregar muito em pouco tempo, pois no tempo que sobrar você estará tão exausto que não conseguirá aproveitar nada.

Em muitos momentos, é melhor fazer com calma — ou mesmo não fazer. Saborear, degustar, curtir preguiça, ficar “pensando na morte da bezerra” — como diz minha mãe.

Tem gente que diz que a “baixa” produtividade, o ócio, o fazer com calma é muito bom para inovar. É o tempo de incubação necessário para nosso cérebro formar novas ideias.

Eu até concordo, mas esse tipo de justificativa, se pararmos pra pensar, também é produtivista. Você descansa e saboreia para ser mais criativo, e aí poder entregar mais depois.

Percebe?

Aproveitar a vida é um fim que se justifica por si mesmo.

--

--

--

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Alex Bretas

Alex Bretas

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com

More from Medium

Inattentive and hyperactive children: some common questions (part one)

You’re not lazy enough. Read more

What are contemplative embodiment practices?

A Word — Schmooze