O que um novo app de relacionamento pode nos ensinar sobre aprendizagem e trabalho assíncronos

O app de relacionamento Thursday, ainda a ser lançado em 2021 nos Estados Unidos, funciona a partir de uma premissa curiosa: somente às quintas-feiras é possível utilizá-lo.

Em todos os outros 6 dias da semana, nada de ficar conversando com os contatinhos por horas a fio. A justificativa? “Because there’s more to life than dating apps” (“há mais coisas na vida do que apps de relacionamento”, em tradução livre).

Para além do universo dos dates, acredito que a estratégia de restrições temporais para ações assíncronas pode ser interessante também em outros contextos.

Com a explosão do assíncrono que a era digital e a pandemia trouxeram, tudo virou urgência. Precisamos responder o crush o dia inteiro, trocar mensagens de Whatsapp o dia inteiro, trabalhar o dia inteiro e até se manter aprendendo o dia inteiro, todos os dias.

Não existem delimitações claras e, com isso, não conseguimos focar realmente em nada. Não é à toa que, além da pandemia do coronavírus, vivemos uma pandemia de ansiedade.

Apps como o Thursday oferecem limites síncronos para ações assíncronas. Talvez possamos aprender com isso na hora de pensar experiências de aprendizagem, trabalho e comunidades.

Desafios de X dias, hackathons e uma tarde por semana para projetos de aprendizagem são alguns exemplos concretos.

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com