Onde no seu trabalho você poderia se sentir criando como um artista?

O maior tesão do trabalho é a possibilidade de criar como um artista.

Eu vejo minhas atividades como designer de comunidades de aprendizagem, escritor, palestrante e facilitador da mesma forma que um músico compõe um novo disco ou um pintor pinta um novo quadro.

Talvez isso soe pedante ou inverossímil, mas pelo menos uma vez por dia, eu me sinto trabalhando como um artista. E isso é fundamental pra mim.

Eu sei que muitas pessoas não possuem o privilégio de ter grandes doses de autonomia no trabalho. E isso pode tornar a possibilidade de criar realmente mais escassa.

Mas sempre é possível, mesmo nos ínfimos espaços, abrir uma janelinha de luz.

Vejamos o exemplo de Guimarães Rosa. Perguntaram pra ele porque ele havia começando a escrever crônicas, um formato de texto mais curto e limitado. Ele respondeu: “as limitações são boas para ampliar a criatividade”.

Onde no seu trabalho você poderia se sentir criando como um artista?

Onde, mesmo nos ínfimos espaços, você poderia abrir novas janelas para deixar a luz entrar?

Saiba mais sobre mim em www.alexbretas.com.

--

--

--

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Alex Bretas

Alex Bretas

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com

More from Medium

The Age of Humanitarianism: Perspectives from Yemen — Part 2

Who cares about Rare Disease Day?

Brazen Musings of a Dying Poet: Mirror By Tarkovsky

The concept of ‘doing nothing’ and how to do it?