Online melhor que presencial?

Alguns aspectos de reuniões online que podem nos tornar mais criativos e produtivos

Nesse momento de confinamento e incertezas, boa parte de nós foi forçada a migrar totalmente para o online. Apesar da situação ser grave e angustiante, o trabalho continua. E, desde muito antes do corona, eu pensava em como o ambiente online pode ser mais vantajoso do que o presencial em certos aspectos.

Facilito reuniões online há bastante tempo. Já organizei grandes eventos junto com uma equipe, planejei de forma colaborativa atividades de aprendizagem, ofereci escuta e mentoria 1–1, e tudo isso me mostrou o grande potencial que o trabalho remoto possui.

É óbvio que reuniões presenciais são, de certo modo, insubstituíveis (e bem que eu queria poder fazê-las agora). A questão é como o online pode criar novas possibilidades de interação e colaboração.

Alguns aspectos das reuniões online que considero especialmente interessantes são:

  • Mutar microfones: uma boa prática em reuniões online é todos mutarem seus microfones quando alguém estiver falando. Assim, o fato de você ter que apertar um botão para falar gera mais consciência, diminui as interrupções e amplia a escuta.
  • Ferramentas colaborativas: por muito tempo, tenho utilizado com sucesso o em encontros online. Recentemente, descobri o app , que simula um quadro gigante com post-its, mapas mentais e desenhos. Em vez de uma pessoa monopolizando o registro, todos são encorajados a colaborar.
  • Compartilhamento de tela: dias atrás eu precisei ligar para o suporte do Google para resolver um problema na minha conta. Eles abriram uma sala de videoconferência e pediram para eu compartilhar a tela com eles. Foi incrível como as orientações ficaram muito mais claras e fáceis de seguir.
  • Foco: reuniões online e presenciais possuem normas sociais diferentes. No online, não costuma haver tanta conversa paralela e isso aumenta a produtividade. Mas também é importante abrir espaço para “conversas sem pauta”, especialmente em um contexto de isolamento social. (obrigado à e ao pelo insight!)
  • Conexão com pessoas distantes: plataformas de videoconferência me permitiram conversar e aprender com alguns dos meus ídolos (, criadora do , e , da são alguns exemplos). A qualquer momento, você pode trazer alguém de outra organização ou até outro país para colaborar.

Sem negar a magnitude do que estamos passando, acredito que o trabalho online pode ser uma descoberta interessante para muita gente.

E você, o que pensa ou sente sobre isso?

Baixe um material gratuito que vai te ajudar a aprender a aprender

Preparei um conteúdo com as principais pérolas da minha jornada de aprendizagem autodirigida.

É a essência mesmo. Aquilo que eu recomendaria de olhos fechados pra qualquer um que queira aprender a aprender.

E o mais legal é que eu organizei esse conteúdo no formato CEP+R (Conteúdos, Experiências, Pessoas e Redes).

CEP+R é um método que eu e criamos juntos. Usamos esse método em programas, workshops, mentorias e com a gente mesmo.

Acesse agora o conteúdo no meu site: . E depois me envia um e-mail no me contando o que achou!

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida —

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com