Um agradecimento a você que me lê

Faz um pouco mais de 1 ano que eu estou aqui, escrevendo (quase) todos os dias de semana.

E hoje eu me dei conta do quanto sou agraciado por ter esse espaço. Do quanto eu sempre quis me expressar, colocar pra fora minhas reflexões e visões sobre o mundo, e do quanto essa vontade de expressão já me foi negada em diferentes contextos.

Eu mesmo já fui — e ainda sou, de quando em vez — sabotador dessa minha vontade.

Este post é somente pra te agradecer por estar aí do outro lado lendo isso. Do fundo da minha alma…

Certa vez, um professor de inovação na faculdade me penalizou por ter tido muitas ideias em um mesmo trabalho. “Falta de foco”, disse ele.

Mal sabe esse professor que agora eu me encanto com a possibilidade de escrever minhas ideias malucas todos os dias.

E se você também tem vontade de se expressar, de botar pra fora aquilo que nutre sua mente e seu coração, eu te digo: “se joga”.

Um pouquinho todo dia ou toda semana. Construa um ritmo. Escreva pra você mesmo, e não para os outros. E compartilhe, mesmo não sendo para os outros.

Deixe o mundo conhecer as suas maravilhosidades.

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com

TEDx Speaker | Autor | Facilitador de comunidades de aprendizagem autodirigida — www.alexbretas.com